segunda-feira, 30 de junho de 2008

Bombas na Piscina! Yeah!


Como refiro no meu perfil (sim, esse texto interminável que está aí ao lado!), sou uma admiradora convicta do crescimento, com toda complexidade que o conceito comporta. Por outras palavras, fascina-me testemunhar as várias fases que vamos atravessando e aquilo que elas inevitavelmente arrastam!
Passo a partilhar um episódio caricato com a "Ritinha Branco", a minha mais fiel companheira nestas andaças do crescimento, neste passado Sábado, durante uma tarde inocente de piscina.

Restringindo-me ao universo tavirense...

Quem é que não achava que ir de boleia para as 4 águas era cool e irreverente?
Quem é que não ia dar uns jumps para o cais da Ilha de Tavira enquanto esperava o barco, molhando o pessoal todo da fila, e não ria à brava?
Quem é que não tentava entrar à socapa nas piscinas dos Aldeamentos dos arredores, alegando que o pai/mãe "já vinha" para enganar o vigilante? Ou que ia "ficar ali só um bocadinho", prometendo angelicalmente que ia ser discreto/a ?
Quem é que, logo de seguida, resistia em não "amandar" uma ganda "bomba" pá piscina? :)
Quem é que não gozava com as cotas que nadavam horas a fio sem molhar religiosamente os mega penteados, género ninho de cucos?
Quem é que não ia mandar "bombas" mesmo para cima delas, só para chatear?
Quem é que não ficava dentro de água até ter os "dedos de velha" e os olhos vermelhíssimos do cloro/ sal?
Quem é que escapava aos verdadeiros campeonatos de mergulhar debaixo das pernas do/a amigo/a sem tocar?
Quem é que mergulhava sem tapar o nariz?
Quem é que queria saber das espreguiçadeiras para alguma coisa?
Quem é que tinha guita para comprar um Perna de Pau ou uma Coca-Cola no bar do aldeamento?
Para a sombra? O que é isso?!?
Quem é que usava alguma espécie de creme de protecção, sem pais ao pé?
Quem é que chegava à piscina e demorava mais que 10 minutos a ir pa dentro dela?

Ahhh... as delícias do crescimento!

Pois é, mas a malta cresce... e às vezes dói perceber isso! :)
Eis que, neste episódio, surgem os primeiros vestígios de mudança! Que terror!

Cá vaí!

1. Fomos num carro, com ar condicionado, para o Tavira Garden (old school!).
2. Depáramo-nos a entrar, para o recinto da piscina do Tavira Garden , apenas com um cartão que SUPOSTAMENTE dava para 2 pessoas! Só dava para o proprietário = ela! É nesta etapa que a malta vai buscar a tanga ao baú (com um tamanho destes!) - ok! a dos pais já não pega maaaasss - pegou a do "óóóóóó, vá lá... Nós prometemos ser discretas!"
Até aqui, 5 estrelas!
3. Mandámos vir sumos de caipirinha, sandes, batidos de chocolate, morango, banana, etc... Sem sequer perguntar preços.
4. Puxámos uma espreguiçadeira, uma para cada uma, para a sombra. Totalmente à sombra! O sol incomodou-nos....
5. Sentámo-nos a ler revistas, de óculos de sol, e ali ficámos, cerca de 2 horas até, por não aguentarmos mais o calor, decidirmos ir para a água.
6. Entrámos na água pelas escadas, vagarosamente, molhando primeiro os braços, o pescoço, nadando um pouco e, só por último, molhando o cabelo/ cabeça, sem tapar o nariz.
7. Começámos a mandar vir com os putos que não paravam de mandar "bombas" para dentro da piscina e para cima de nós!!!
8. Mergulhávamos e nadávamos o suficiente para refrescar e voltar para a toalha.
9. Mexer-nos da espreguiçadeira? Tá quieto!
Ehehe... é triste mas é verdade! Assustador à brava! ahahahahha

Bem, mas às tantas, apercebemo-nos severamente do que se estava a passar, arrepiámo-nos e rapidamente começámos numa verdadeira competição de soltar palavras debaixo de água para a outra tentar decifrar, cotámos os pinos que cada uma TENTAVA concretizar, mandámos "bombas"...

Enfim, tivemos que mandar um "bbbbbbbbbrrrrrrrrrr, acorda!" para voltármos a nós mesmas! And then again... também há a hipótese de termos roçado o rídiculo, por já não ser natural! :)

...Mas que nos divertimos à brava, divertimo-nos! ;)

XÔÔÔÔ com o pessoal cinzento! :)


9 postas de pescada:

Rititi disse...

Lindo!!

Que tiazorras de pé descalço ó o caneco!!!

. Cartão da piscina!
. tu a desceres as escadas pé ante pé sem quereres molhar o cabelo!!
. putos da m*rda a dar bombas!! irritantes como tudo!!
. "Eu Pago!! sem perguntar os preços!!

... ai crescer!! Nossa!!!

. amanhã haverá a prova fotográfica no meu blogue do estado tiazorro da nossa ida à piscina semi-privada!!

LOLLLL!!

Que tarde!! :)


p.s CAI-PI-RI-NHA! (debaixo d´água)

Sim, ainda não tinha acabado a palavra e já tinhas subido à superfície!!!

ahahahah!!!!

*sara* disse...

Esta nao perco!!!!! COTÁMOS???? OU COntámos?????? Lol!!! LoL!!!!! Estava atenta sacana!!!! Lol!!!

Walukinha disse...

Sara, darling... Lamento muito, mas ainda não foi desta! :)

É mesmo COTÁMOS de dar cotação, pontuação, etc.

Sorry! Better luck next time!

Wuuuaaaaahahahahahahahahha! (riso ferozmente terrorífico!)

MEGA LOOOOOL!!!

;)

Walukinha

Ramoa disse...

Beijo colorido :)

*sara* disse...

Ok ok!!!
Nao batas mais no ceguinho!
Amiga nao leves as coisas tãoa peito... fazes-te velha!!!
Fora os cinzentos!!!
Lol!!!
Deves tar fula!
Lol!!!

Bjs gandes

Constantino disse...

Brincar aos túneis dentro de água era equivalente a brincar ao bate pé fora dela. Com a agravante que nessa altura as camones não eram tao broncas como agora em que os jovens têm a papinha toda feita (é tipo os cursos que andam por ai a oferecer).
Sempre gostei de amandar bombas, sacar mortais de costedo para o chão ou arrumar com a peitaça de chapedo na água, do tipo de crescer pelo nos mamilos, mas nada como baixar ligeiramente os calções, gritar "baleia branca" e mergulhar de cú branco espetado para o ar...claro que nos tempos que correm, espetar o cú para o ar pode dar direito a prendinha de aniversário do tio Carlão....

Walukinha disse...

Sarita!

Lol!!! Não sejas totó! Sou sempre fervorosa a defender o que penso, só isso! :)

Sorry, mas sabes que me tocaste no ponto fraco! Fico logo nervosa! ahahahahhaha

Mai nada, xô com oas cinzentos!

;)

Walukinha

choco disse...

onde é que ja vi esse filme!!!(a 1ª parte apenas)
spotdoxoco

Paulo disse...

Afastem-se que aqui vai bomba!!!

e não é que há gente que insiste que tenho 34 anos quando ainda nem 18 fiz?! Há gente mesmo cinzenta!