segunda-feira, 30 de março de 2009

Um Para Ti - I

Hoje, entre situações que precisava resolver, fiz jus ao pacotinho de açúcar da Nicola "Um Dia Vou Ser Turista na Minha Cidade": Tavira.
Solão, carro estacionado nos arredores e andar a pé em direcção aos meus diversos destinos.
Vou continuar à tarde. Apenas vim a casa almoçar e brevemente comunicar para este cantinho.

Ando positiva. Mais positiva. Efeito terapêutico do sol?! :)
Talvez a este se some o fechar de um ciclo, pois, afinal, diz o povo que de 7 em 7 anos acontece e o meu último foi aos 18, bem me lembro. Aproxima-se igualmente o fim do curso (2 meses!!!) e com ele o desejado estado de estar completamente entregue ao meu trabalho, que tanto gozo me dá.
É bom. Gosto de fechar ciclos e de abrir outros. Tenho-os fechado bem, sinto-o, ainda que atribulados, pela fritinha que sou. :) Mas valem-me os fritanços, porque uma vez fechados, tenho entrado com os dois no degrau seguinte.
Aí vem outro, definitely.

Pelo caminho, comprei mais um caderno para andar na mala. Daqueles deliciosos. O meu último durou 3 meses, ainda não terminou, tem umas 15 ou 16 folhinhas ainda, mas não resisti em comprar outro (mais um!), porque tinha um formato giro e dava para encaixar a caneta (tenho este critério rigoroso de selecção para cadernos de mala!).
Num design maioritariamente preto e branco, numa mistura muito interessante de palavras em espanhol, ressalta um separador interior vermelho (a fazer pam dam com o fecho!), que me chamou à atenção pelo poema revigorante que incluía, em vários tamanhos, vários letterings, parecendo uma miscelânia de recortes de jornal (love it!).




Este pequeno poema de bolso, sem autor nem título anunciado, hoje, alentou-me:

Si quieres "transecular"
no dejes nunca de amar,
llenarte todos los días
los pulmones de alegría,
correr desde la mañana
después de una buena nana,
reír de todas maneras
como cuando niño eras,
observar cuánta sorpresa
nos da la naturaleza
y confianza has de tener
hasta que va anochecer.
? Y después qué pasará?
! Quien no duerma lo verá!

A língua espanhola continua a ser uma das minhas preferidas para ler poesia.
Parece que até se se ler uma receita em espanhol soará sensual.

Parece-me de bom tom que, a partir de agora, comece a institucionalizar um dia por semana para, aqui, neste meu humilde espaço, partilhar convosco um poema que considere sugestivo e pertinente ao dia, à disposição, à fase, etc. Fica assim o "Um Para Ti".
Que vos seja sugestivo, como me foi.

Have a nice day!

;)

5 postas de pescada:

Joaninha disse...

Mira cariño estoy aqui sien pialiavrias ah ah ah eu tb acho que a lingua espanhola tem ali assim qualquer coisita ui ui...o poema é delicioso pah!!!
Para ti, um que eu uma vez li e gostei...
Agua quisiera ser, luz y alma mia,
que com su transparencia te brindara;
porque tu dulce boca me gustara,
no apagara tu sed, la encenderia.

Viento quisiera ser: em noche umbria
callado hasta tu lecho penetrara
y aspirar por tus labios me dejara,
y mi vida en la tuya fundiria.

Fuego quisiera ser para abrasar-te
en un volcán de amor, ah! estatua inerte,
sorda a las quejas de quien supo amar-te!

Y después, para siempre poseerte,
tierra quisiera ser, y disputarte
celoso a la codicia de la muerte.

Grão de Areia disse...

"Tù sonrisa se expande como una mariposa", cariño...

;)

Tita disse...

Estamos em sintonia com o espanhol! Hoje pedi sugestões de música espanhola porque ando a estudar a língua e quero "conviver" mais com ela!
Adoro...

Sissa disse...

Temos o gosto pelo espanhol em comum ;)
A ideia parece-me excelente. Prometo ir passando.

*sara* disse...

Aqui está uma coisa que sempre me prometi a mim mesma em fazer: Fotografar a nossa linda cidade de tavira. Fotografar portas de reixa, que eu amo! Fotografar as antigas casas da zona velha de tavira, que eu sonho um dia vir a ter uma para a restaurar e lá viver (isto se ganhar o euromilhoes...).

Ai está uma coisa que me está prometida há muito tempo (ainda a fotografia digital não passava de um sonho demasiado futurista - Que medos, eu sou do tempo em que nem se sonhava em ter tal maquineta, K MEDOS!!!!)...