quinta-feira, 19 de março de 2009

Amor e tal...


Falar de Amor é daquelas coisas que, ainda que me entretenha, me incomoda.
Falar do Amor dos outros é fingir que percebo muito de uma coisa da qual não faço a menor ideia do que seja: relações.
Falar do Amor que não sinto onde devia sentir é suícidio para o meu depósito de esperança na não-destruição das gerações futuras.

Meninos, não façam isto lá em casa.

1 postas de pescada:

Joaninha disse...

Foca pah mas também tenho que começar com as minhas estorias das princesas do sec XXi aqui no teu blog?:p